Sem motivação? Entenda o que está acontecendo

27 Nov 2017

 

 Você começa na academia super animado, cheio de gás, e passa as primeiras semanas trabalhando sem parar para atingir seus objetivos. Então, de repente, perde totalmente a motivação e começa a inventar desculpas para não treinar. Acredite, é mais comum do que você imagina. Mas o que foi que aconteceu com toda aquela energia do início? A gente te ajuda a entender o que está acontecendo:

1 - Tédio
Para conseguir atingir seus objetivos, você precisa de tempo, paciência e determinação - e, como não dá para ver resultados de um dia para o outro, o processo pode parecer interminável, fazendo com que você sinta que não está chegando a lugar nenhum, mesmo estando dando duro todos os dias. Então, é claro que você pode acabar se entediando da rotina. O que fazer nessa situação?

Seja criativo! Fazer dieta pode ser a coisa mais chata do mundo, então porque não torná-la algo divertido? Procure receitas saudáveis diferentes (você encontra algumas aqui no blog) e convide seus amigos para um jantar especial - e aproveite as sobras para fazer as marmitas da semana. Se o problema for o treino, tente algo novo algumas vezes por semana, como uma aula de dança ou ginástica, ou experimente treinar com um amigo - você pode fazer tudo isso com o Plano Blue da Selfit.

2 - Impaciência
Os resultados não estão acontecendo rápido o suficiente? É natural se frustrar e querer desistir, mas é preciso entender quais são os seus objetivos e aceitar que não, eles não se realizarão do dia para a noite. Experimente não se prender tanto ao resultado final e sim, ao caminho - e defina metas "menores", como caber naquele jeans velho que está no fundo do guarda-roupa, ou conseguir subir as escadas até seu apartamento sem se cansar. 

3 - Honestidade
Você tem certeza que está sendo honesto consigo mesmo? Você realmente passa mais tempo treinando do que conversando na academia? Lembre-se que aquele lanchinho do fim da noite conta, e aquele brownie do domingo também. Se você tem dificuldades de seguir um plano alimentar, uma boa opção é manter um diário de refeições - nele, você cataloga tudo o que comeu durante o dia. O objetivo não é controlar calorias, mas se conhecer melhor: assim, você pode observar em que horários do dia tende a sentir mais fome e preparar lanches saudáveis ou reforçar o almoço, por exemplo.

4 - Procrastinação
Esse nem precisa explicar, né? Não adianta ir todo dia para a academia mas adiar o começo da dieta por conta das confraternizações do fim de ano. Também não adianta mudar os hábitos alimentares mas não completar a mudança para uma vida saudável indo para a academia uma vez por semana. Se você optar por uma vida diferente, é necessário que essas práticas façam parte da sua vida diariamente - e não fiquem sendo sempre adiadas indefinidamente.

Partilhar no Facebook
Partilhar no Twitter
Please reload

Últimas

Please reload

Mais do que o treino