Alimentação saudável ajuda na prevenção do câncer

27 Oct 2017

 

 

Uma vida saudável pode ajudar a prevenir uma série de doenças, e com o câncer de mama não é diferente. Além da prática frequente de exercícios físicos, uma alimentação balanceada também é aliada importante na prevenção da doença: de acordo com a Sociedade Norte-Americana do Câncer, uma alimentação regulada diminui em até 28% o risco de desenvolvimento da doença - já que os fatores de risco incluem alto consumo de gorduras, excesso de peso, álcool e cigarro.

 

No topo da lista de uma dieta saudável estão, claro, verduras e legumes (de preferência, orgânicos), em especial os crucíferos, grupo que inclui couve-flor, espinafre, brócolis, nabo, agrião, rúcula e rabanete. Esses alimentos contêm substâncias que ajudam a diminuir os níveis de estrona, tipo de estrogênio que, em grande quantidade, está associado ao câncer de mama. Na lista dos alimentos que devem ser evitados, estão o chá preto e o café, que irritam o trato gástrico e tiram o cálcio dos ossos, eliminando o potássio e o zinco, minerais essenciais ao corpo. Refrigerantes, bebidas dietéticas, alimentos enlatados ou embutidos e gorduras e frituras também devem ser eliminados.

 

Já o ômega 3, que é um anti-inflamatório natural, ajuda não apenas na prevenção, mas também na melhora das pacientes já diagnosticadas com a doença. A gordura é primariamente encontrada em peixes de águas profundas e geladas (sardinha, arenque, salmão e atum), em algas marinhas, sementes de linhaça e chia e nozes. A vitamina D também é importante, já que ela ajuda a regular o sistema imunológico - por isso, médicos geralmente recomendam leve exposição ao sol, em horários de baixo risco, como antes das 10h e após as 16h. 

Partilhar no Facebook
Partilhar no Twitter
Please reload

Últimas

Please reload

Mais do que o treino