Atividade física contribui para prevenção do câncer de mama

11 Oct 2017

 

Como falamos em nosso post anterior, não há fórmula que possa identificar quem terá câncer de mama ou não. Como apenas 1% dos pacientes são homens, ser mulher é o fator predominante - ou seja, todas as mulheres precisam se preocupar com a doença. Existem, no entanto, alguns hábitos que podem contribuir para a prevenção do câncer de mama.

 

De acordo com a Sociedade Norte-americana de Câncer, uma alimentação saudável regular pode diminuir em até 28% o risco de a mulher desenvolver o câncer - já que os fatores de risco incluem alimentação rica em gorduras, excesso de peso, álcool e cigarro. Sedentarismo também é um problema: em 2015, pesquisadores da Universidade de Estetino, na Polônia, concluíram que as mulheres com menor probabilidade de desenvolver um nódulo maligno nos seios dedicavam sete horas ou mais na semana à atividades físicas.

 

Já a amamentação é considerada um fator protetor: cientistas do Charity Cancer Research, na Inglaterra, descobriram que, para cado ano que a mulher amamenta, ela diminui o risco de desenvolver a doença em 4,3%. Leve exposição ao sol, em horários de baixo risco (como antes das 10h e após as 16h), aumentam a produção de vitamina D, reduzindo pela metade os riscos de câncer. E, claro, o grande aliado na luta contra a doença é o diagnóstico precoce - o que significa que não tem desculpa para não estar em dia com os exames.

Partilhar no Facebook
Partilhar no Twitter
Please reload

Últimas

Please reload

Mais do que o treino